• Início
  • Mapa do Site
  • Contactos

Munícipe

Visita à Torre de Vigia de Carvalheiro

foto torre carvalheiro
 
A Presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, acompanhada pelo  Vereador Luís Pires, pela Presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro, Lina Louro, pelo Comandante dos Bombeiros Municipais de Alcanena, Jorge Frazão, e pela Técnica do Gabinete Técnico Florestal da autarquia, Alexandra Sousa, efetuou, no dia 6 de agosto de 2020, uma visita à Torre de Vigia de Carvalheiro, cuja vigilância é assegurada através de protocolo estabelecido entre o Município de Alcanena e a Sol do Carvalheiro – Associação Cultural, Cívica e Ambiental.
 
De acordo com o definido no Protocolo, a Associação Sol do Carvalheiro irá desempenhar atividade de apoio à proteção da floresta, que se desenvolverá por ação de vigilância fixa, na Torre de Vigia de Carvalheiro, no período de 28 de junho a 13 de setembro, de segunda a domingo, entre as 12:00h e as 18:00h.
 
A referida associação garante a mobilização de dois elementos por dia, que utilizam os meios colocados à disposição do Município, designadamente binóculos e cartografia, para concretizar a ação de vigilância fixa.
 
A Câmara Municipal de Alcanena irá transferir uma verba para apoiar esta atividade de proteção da floresta, sendo a verba total a atribuir à Associação Sol do Carvalheiro no valor de 3.470,00€€, repartida por 3 tranches, no valor de 1.150,00€, a transferir nos meses de julho e agosto, e de 1.170,00€, a transferir em setembro de 2020, sendo que a última tranche (referente ao mês de setembro) será transferida após o términus do período de vigilância e respetiva validação do relatório da atividade desenvolvida.
 
A Associação Sol do Carvalheiro é responsável pelo seguro, no período em que decorre a atividade de vigilância.
 
Na visita efetuada à Torre de Vigia de Carvalheiro, a Presidente da Câmara procedeu à entrega do cheque referente à segunda tranche do apoio atribuído pela autarquia, no valor de 1.150,00€, ao Presidente da coletividade, tendo também oferecido um lanche aos dois vigilantes da torre.