• Início
  • Mapa do Site
  • Contactos

Munícipe

CIMT Promoveu Seminário Sobre Violência Doméstica

foto seminario cimt

 

“Reflexões sobre o Fenómeno da Violência Doméstica” foi o mote do Seminário que a CIMT - Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e os seus municípios promoveram, no passado dia 15 de outubro, no Centro Cultural Elvino Pereira, em Mação.

 

A Abertura do Seminário contou com as intervenções de Vasco Estrela, Presidente da Câmara Municipal de Mação e Vice-Presidente do Conselho Intermunicipal da CIMT, e de Anabela Freitas, Presidente da CIMT.

 

Seguiu-se a apresentação do Projeto Maria, coordenado pela CIMT e que visa criar, através de várias ações e dinâmicas, uma estratégia integrada de intervenção para a área da violência doméstica e de género no Médio Tejo. O Projeto Maria é financiado pelo POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

 

Durante a manhã, foram abordadas as temáticas “Os filhos da violência doméstica – as crianças como suas vítimas diretas”, por Paulo Guerra, Juiz Desembargador e Diretor-Adjunto do Centro de Estudos Judiciários, e “Homicídio nas relações de intimidade: uma realidade presente, mas pouco conhecida”, por Andreia Matias, Instituto Universitário Egas Moniz.

 

Após estas comunicações, teve lugar a apresentação do Espaço Júlia, por Inês Carrolo e João Dias, respetivamente Diretora Técnica e Supervisor do Espaço Júlia.

 

No período da tarde, Vasco Estrela, Presidente da Câmara Municipal de Mação destacou a assinatura do Protocolo para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, com a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro.

 

Seguiu-se a intervenção de Anabela Freitas, Presidente da CIMT, que abordou a Estratégia dos Municípios da Região do Médio Tejo no combate à Violência Contra Mulheres e Violência Doméstica, salientando a importância do trabalho intermunicipal, realizado em rede, neste âmbito.

 

Teve, depois, lugar a apresentação do Protocolo para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, a que seguiu a Assinatura do Protocolo, momento que contou com a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, que destacou o trabalho da CIMT e dos seus municípios no combate à violência doméstica na região, através de um trabalho em rede com vários parceiros.

 

O Protocolo, assinado entre a Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, a CIMT e os treze municípios, tem por objeto a melhoria da resposta de prevenção, proteção e combate à Violência contra as Mulheres e à Violência Doméstica (VMVD), no território do Médio Tejo, no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 – Portugal + Igual (ENIND) e respetivo Plano de Ação para a Prevenção e o Combate à VMVD 2018-2021. De referir que este Protocolo surge em articulação com o Plano de Ação para a Igualdade entre Mulheres e Homens 2018-2021 e em articulação com o Plano de Ação para o Combate à Discriminação em razão da Orientação Sexual, Identidade e Expressão de Género e Características Sexuais 2018-2021.

 

A encerrar o Seminário, esteve a rúbrica “Conversas Sobre…”, com Elisabete Brasil (Supervisão Técnica dos Espaços M da Região do Médio Tejo), Ricardo Baúto (Supervisão Científica dos Espaços M da Região do Médio Tejo) e Rogério Roque Amaro (Avaliação do trabalho desenvolvido no âmbito do Projeto Maria).

 

O Município de Alcanena fez-se representar neste seminário pela sua Presidente da Câmara, Fernanda Asseiceira, que procedeu também à assinatura do Protocolo para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica.