• Início
  • Mapa do Site
  • Contactos

Munícipe

Parceria para constituição do CR Inove - Catalisador Regional de Inovação da Região Centro para a Sub-região do Médio Tejo

CRInove2


A Região Centro assumiu na “Visão Estratégica para a Região Centro 2030”, a necessidade de aprofundar e intensificar as dinâmicas de inovação para reforçar um modelo territorial mais equilibrado na região, pelo que é fundamental dinamizar e promover as necessárias políticas e programas de proximidade que envolvam as entidades do Sistema Regional de Inovação e o tecido empresarial na promoção da consolidação de um território inovador e mais competitivo.

A CCDRC - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, no âmbito das suas atribuições, pretende promover e intensificar as dinâmicas regionais de inovação. Neste sentido, interagiu com os Municípios, com as entidades representativas do Sistema Regional de Inovação da Região Centro e com as Associações Empresariais, no sentido de ser desenvolvido e implementado o CR Inove - Catalisador Regional de Inovação da Região Centro, que se propõe a desenhar e executar um Programa de Ação, centrado nos fatores territoriais de promoção da competitividade e inovação.

 

No âmbito do Protocolo assinado no dia 21 de julho, nas instalações da Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém, em Torres Novas, constituem entidades signatárias:
- CCDRC;
- CIMT - Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo;
- Nersant;
- Tagusvalley - Associação para a Promoção e Desenvolvimento do Tecnopolo do Vale do Tejo;
- IPT - Instituto Politécnico de Tomar;
- CTIC - Centro Tecnológico das Indústrias do Couro;
- Eng.º António Jorge Lima da Silva Rosa, designado como dinamizador sub-regional, que assume uma função essencial na operacionalização do CR Inove, colaborando a título gracioso, com uma função tutelar e de mentoria.

 

O CR Inove - Catalisador Regional de Inovação do Centro tem como principais objetivos:
- Contribuir para minimizar os constrangimentos identificados na Estratégia para a Região Centro 2030, no domínio da inovação e competitividade;
- Potenciar e promover os recursos e competências existentes no domínio da Inovação na Região Centro;
- Melhorar e promover a interação entre os produtores de conhecimento e tecnologia (entidades do sistema científico e tecnológico) e os seus potenciais tomadores (empresas, entidades da administração pública e do terceiro setor);
- Contribuir para a internacionalização da Região Centro, ao nível da captação e instalação de capital/empresas e divulgação de competências e recursos em mercados internacionais.

 

A parceria, a celebrar no âmbito do Protocolo, fará incidir a sua ação nas seguintes atividades:
- Conceção e desenvolvimento de iniciativas conjuntas no que concerne às temáticas identificadas como relevantes para o processo de promoção da inovação;
- Desenvolvimento de processo contínuo de sistematização e atualização de informação e competências das entidades do Sistema Regional de Inovação pertencentes à sub-região;
- Criação de mecanismos de partilha e divulgação de informação, incluindo de boas práticas como a organização de eventos: seminários, colóquios, conferências ações de sensibilização e outras ações que permitam divulgar o conhecimento produzido no âmbito das temáticas sinalizadas;
- Promoção do desenvolvimento de conteúdos, instrumentos e metodologias de capacitação de atores e de transferibilidade do know-how;
- Preparação de projetos e propostas que possam beneficiar de financiamento público ou privado de carácter nacional, europeu ou internacional.