• Início
  • Mapa do Site
  • Contactos

Munícipe

Reunião de Câmara

CMA 2021 low

 

Próxima reunião realiza-se a 24 de janeiro de 2022, por videoconferência


A próxima reunião da Câmara Municipal de Alcanena realiza-se no dia 24 de janeiro (segunda-feira), a partir das 15:00h, sendo efetuada por videoconferência, face ao agravamento da situação epidemiológica causada pelo vírus SARS-COV-2, que se tem verificado no país e no concelho.

 

A reunião será transmitida, em direto, na página de Facebook da Câmara Municipal de Alcanena, em https://www.facebook.com/CMAlcanena

 

O período de intervenção aberto ao público será efetuado, preferencialmente, através do envio, por parte dos munícipes que tenham questões a colocar naquele período, de comunicação previamente gravada, nos termos previstos na alínea a), do nº 3, do artigo 2º, da Lei nº 28/2020, de 28 de julho. Neste sentido, os munícipes deverão enviar a referida comunicação, com a respetiva identificação, para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

 

Mais se informa que a comunicação social que pretenda acompanhar os trabalhos da reunião deverá, para o efeito, contactar o Serviço de Comunicação, Protocolo e Relações Externas da autarquia, procedendo à respetiva identificação (nome do jornalista, n.º da carteira profissional e órgão de comunicação social que representa, devendo essa representação ser devidamente confirmada). Mediante a devida identificação, será cedido acesso à reunião.

 

Quanto às questões a colocar pela comunicação social, as mesmas deverão ser efetuadas após a reunião, por telefone ou por email.

 

Consulte, em anexo, a Agenda da Reunião.

 

Attachments:
Download this file (Agenda 2-2022-24-01-2022.pdf)Agenda 2-2022-24-01-2022.pdf[ ]416 kB

Qualidade do Serviço de Resíduos Urbanos – Avaliação da ERSAR 2020

tratamento residuos low

 

No âmbito da regulação da qualidade de serviço, que tem como objetivo melhorar a eficácia e a eficiência da prestação de serviços de águas e resíduos, a ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos implementou um sistema de avaliação da qualidade do serviço prestado pelas entidades gestoras, com recurso a um conjunto de 14 indicadores para cada um dos serviços de abastecimento de água, de saneamento de águas residuais e de gestão de resíduos urbanos.

 

Os indicadores que compõem o sistema de avaliação da qualidade do serviço prestado pelas entidades gestoras encontram-se distribuídos por três grupos:
- Adequação da interface com os utilizadores - pretende avaliar se o serviço prestado aos utilizadores foi adequado, nomeadamente ao nível da maior ou menor acessibilidade física e económica que têm ao serviço e da qualidade com que o mesmo lhes é fornecido;
- Sustentabilidade da gestão do serviço - pretende avaliar se estão a ser tomadas as medidas básicas para que a prestação do serviço seja sustentável;
- Sustentabilidade ambiental - pretende avaliar o nível de salvaguarda dos aspetos ambientais associados às atividades da entidade gestora.

 

A cada indicador é atribuída uma classificação da qualidade de serviço, que varia entre “BOA”, “MEDIANA” e “INSATISFATÓRIA”.

 

No que respeita à avaliação da qualidade do serviço de resíduos urbanos do ano de 2020, no concelho de Alcanena, nos indicadores relativos à relação com o cliente/utilizador, a Câmara Municipal de Alcanena, enquanto entidade gestora do serviço de resíduos urbanos, obteve a avaliação máxima – “Boa” – nos parâmetros relativos à acessibilidade física do serviço, à acessibilidade do serviço de recolha seletiva e à acessibilidade económica do serviço. Já no que respeita ao parâmetro relativo à lavagem de contentores a avaliação foi “Mediana”.

 

Relativamente aos indicadores referentes à sustentabilidade da gestão do serviço, foi atribuída a avaliação máxima – “Boa” – aos parâmetros relativos à renovação do parque de viaturas, à rentabilização do parque de viaturas e à adequação dos recursos humanos.

 

Os parâmetros de cobertura de gastos e de reciclagem de resíduos de recolha seletiva obtiveram avaliação “Insatisfatória”. No que respeita a estas duas avaliações, refira-se que, quanto à cobertura de gastos, a ERSAR recomenda que os custos do serviço devem ser assumidos pelo consumidor, por via tarifária, devendo os tarifários evoluir no sentido de promover a cobertura total dos gastos. No entanto, o Município optou por suportar estes custos, designadamente em período de pandemia, de forma a não sobrecarregar o consumidor. Já no que concerne à reciclagem de resíduos de recolha seletiva, os indicadores são reportados pela RSTJ – Gestão e Tratamento de Resíduos, Empresa Intermunicipal, SA, entidade responsável por este serviço, e não pela Câmara Municipal, sendo que estão a ser implementadas algumas ações de incentivo à reciclagem junto da população, nomeadamente com o projeto Ecoponto à Porta.

 

Por fim, nos indicadores respeitantes à sustentabilidade ambiental, a Câmara Municipal de Alcanena obteve um bom desempenho nos dois parâmetros avaliados, designadamente na utilização de recursos energéticos e na emissão de gases com efeito de estufa da recolha indiferenciada.

 

Na ficha de avaliação, a ERSAR recomenda à entidade gestora a promoção de esforço de melhoria, particularmente dos indicadores com avaliação “Insatisfatória”, e a adoção de procedimentos para aumentar a fiabilidade da informação reportada.

 

Os dados referentes à atividade de 2020 resultam da avaliação da ERSAR e constam do Relatório Anual dos Serviços de Águas e Resíduos em Portugal (RASARP), que integra a análise comparativa de todas as entidades gestoras do país.

 

Consulte, em anexo, a ficha de avaliação da ERSAR.

 

Attachments:
Download this file (CM Alcanena2020RUb_final (1).pdf)CM Alcanena2020RUb_final (1).pdf[ ]57 kB